26 de mar de 2012

Oscar 2012 - Maratona de Opiniões

Os 20 filmes indicados nas categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Original.

Os Academy Awards foram entregues há exatamente um mês e já é um pouco tarde para fazer análises acerca da cerimônia que consagrou um filme mudo e em preto e branco como Melhor Filme e que finalmente deu a terceira estatueta à Meryl Streep, mas creio que algumas polêmicas ainda respiram livres, sem o estrangulamento de um evento que tem pouco a dizer ou que, se disse muito, já o disse há muito tempo.

Há apenas um mês, Woody Allen foi eleito o melhor roteirista, Octavia Spencer a melhor atriz coadjuvante, Christopher Plummer sagrou-se o melhor ator coadjuvante, Meryl Streep – em sua décima sétima indicação – saiu vitoriosa como melhor atriz, Jean Dujardin tornou-se o primeiro francês a conquistar o prêmio de Melhor Ator e, fazendo dobradinha com ele, Michel Hazanavicius foi o melhor diretor. E, por fim, o melhor filme foi The Artist, produção franco-belga, marcou-se como a obra máxima do ano de 2012.

Muitos questionam essas escolhas – eu particularmente questiono bastante os prêmios entregues a Woody Allen e a Octavia Spencer – e a função da série de posts que acontecerão a partir de amanhã é justamente apontar os prós e os contras de cada indicado e também apresentar a minha opinião e a do Renan, que já dividiu o blog comigo por dois anos, e que agora vem como convidado para também discorrer sobre o grande evento cinematográfico desse ano – o Oscar!

3 opiniões:

Kamila disse...

Curiosa para conferir porque você questiona o prêmio entregue ao Woody Allen! Aguardando os posts comentando as categorias do Oscar 2012.

bruno knott disse...

Interessante discutir sobre o Oscar um tempo depois... assim a gente não esquece dele.

Também não concordei com o prêmio para Octavia Spencer!

Hugo disse...

Luís, agradeço pelo convite, mas como por enquanto assisti poucos filmes que concorreram ao Oscar este ano, fica complicado opinar.

Abraço