24 de nov de 2009

Os Infiltrados

The Departed, 2006, 149 minutos. Drama.

Vencedor de quatro Academy Awards nas categorias Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Edição.

________________________________________________________

Martim Scorcese dirige um excelente filme que agrada o espectador durante as mais de duas horas de produção. Como o próprio nome sugere, a história fala sobre dois personagens que estão infiltrados: um deles trabalha para a máfia e está entre os detetives investigadores da polícia estadual enquanto o outro está junto a máfia, embora seja investigador. Essa é basicamente a premissa dessa história, que aos poucos se desenvolve, mostrando boas atuações e um final muito bom.

Leonardo DiCaprio e Matt Damon protagonizam de maneira extremamente satisfatória esse filme. Funcionam ainda mais se repararmos no aspecto de inocência que os dois têm, sempre com olhares calmos e expressões neutras. Quando ao primeiro, tem seus grandes momentos enquanto irritado, já que perde a paciência facilmente e a noção do lugar onde está, simplesmente distribuindo socos e chutes; ver DiCaprio assim é bastante interessante. Damon, ainda que um pouco abaixo do nível de DiCaprio, também é muito eficiente e sua atuação é segura, sem momentos que fazem o espectador questionar sobre a veracidade das suas ações e emoções. Mark Walhberg, indicado a Melhor Ator Coadjuvante ao Academy Awards, participa pouco, sua presença deve somar, no máximo, uns 20 minutos. Mas isso não impede que o ator faça um bom trabalho, impondo seu personagem em todas as cenas em que aparece, com o tom sempre feroz da fala, que sempre desfere ofensas ao seu interlocutor. Não acredito que valeria uma indicação, ainda que o ator se mostre bem no papel. Mas é lógico que o destaque do filme cabe ao fabuloso Jack Nicholson, que a princípio não queria integrar o elenco do filme, mas acabou mudando de ideia por sentir saudades de interpretar um vilão, coisa que há anos não fazia. As suas falar são ótimas, principalmente por vermos a maneira simples como diz frases de impacto: "Alguns querem ser bandidos, outros querem ser policiais. Quando uma arma está sendo apontada pra sua cabeça, que diferença isso faz?".

O filme vai se desenvolvendo mostrando os altos e baixos pelos quais passam os infiltrados e também os problemas que os policiais e os mafiosos encontram para tentar descobrir qual é o rato, aquele que está disfarçado. Pouco a pouco, surgem dúvidas e indagações, até mesmo testes para descobrir quem é o trapaceiro e isso mexe com o espectador, deixando-o tão tenso quanto os personagens. Porém, eu acho que algo não foi bem caracterizado nesse filme: os encontros entre os personagens com os grupos a que pertencem são sempre feitos em locais abertos, onde podem ser facilmente rastreados, como um cinema ou um píer. Dá a impressão de que a máfia é meio desorganizada quanto à segurança, oq ue sabemos ser mentira; ao mesmo tempo, parece que a polícia é estúpida por não ver o quão óbvio está em relação ao trapaceiro. E isso ocorre durante todo o filme, mas eu acabei considerando que isso faz parte do universo mostrado. Eu gostei bastante da trilha sonora e das cenas, muito bem organizadas, bastante ágeis quando necessário e causando o clima certo, na medida ideal.

Não há como não recomendar esse filme, pois é uma obra muito boa, com atuações que valem a pena conferir. Isso para não comentar o fim de cada personagem, extremamente breve, mas que prolonga no espectador uma sensação de euforia quase descontrolada, devido à maneira caótica como se ligam as cenas finais, proporcionando um verdadeiro grand finale. Na época em que foi lançado, foi supervalorizado; acredito que esse não seja o tipo de filme que perde o charme com o passar do tempo. Vale a pena vê-lo com certeza! Quando começam os créditos, percebemos que aquela frase que Jack Nicholson fala categoricamente é extremamente real... que diferença faz?

Luís

16 opiniões:

ana disse...

adoro! um dos meus filmes preferidos.. acho que o trabalho de todo mundo é muito bom e o diretor fez uma de seus melhores filmes
leo dicaprio e matt damon estao fabulosos mas quem rouba a cena é jack nicholson, que esta perfeito
outro filme muito bom dele é gangues de NY, voces deviam ver e comentar aqui
eu vi ali a lista de filmes de setembro, mas a gente ja esta em novembro.. cade a de outubro e a desse mes?

Tobias Cavichioli disse...

Não é o melhor filme de Martin Scorsese, nem de longe. Mas é um excelente filme sim!
Ganhou o Oscar? Ganhou, mas ganhou porque já tava demorando para ele ganhar e mais um ano sem levar para a casa estatueta ia deixar muita gente indignada.
Seus melhores filmes ainda são, na minha opiniao: Taxi Driver, Touro Indomavel, Goodfellas, Cape Fear e Casino. Aliás, todos com indicações ao Oscar...

Carlos Augusto Matos disse...

Meu amigo, depois que me apaixonei com a trilogia do Bourne, cheguei a conclusão que onde há Matt Damon, há um filme no mínimo bom. Esse é excelente...

Roberto F. A. Simões disse...

Sublime no storytelling e brilhante nas interpretações, The Departed - Entre Inimigos é o perfeito exemplo de como é possível fazer entretenimento de excelência com profundo sentido estético, a partir de uma história policial que à partida muito teria de vulgar.

Então e Renan, não opinou não?

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Ricardo Martins disse...

Um bom filme, grandes atuações e envolvente! Pena que tão grande, pois quando um filme passa e você nem vê que passou aquele tempo, funciona muito bem, este para mim poderia ser resolvido em um espaço de tempo um pouco menor!

E achei tão desnecessário uma cena com Jack Nicholson fazendo obscenidades no cinema.

Mas bem dito, que sua conclusão foi ótima! E roteiro bem realizado!

ABRAÇO

Cristiano Contreiras disse...

Ah, este é um bom filme. Mas, os 4 oscar's foi um tanto...demais! Mas, os velhinhos-da-Academia quis premiar, ainda que tarde, o Martin(a propósito, você escreveu um 'M' ali no nome dele) Scorcese.

Como comentaram aí acima: há outros e maiores filmes dele, bem mais expressivos e marcantes que este.

mas, pra mim quem deveria ganhar oscar neste filme era o DiCaprio: que sequer foi indicado pelo desempenho, sendo que estava formidável.

Abraço!

Ps: Renan, vá assistir este filme, oras! rs

O Cara da Locadora disse...

Foi um dos únicos filmes que comemorei como um título de campeonato ao ganhar o Oscar... Maravilhoso e merecido ao mestre Scorscese..

Hugo disse...

Scorsese dispensa comentários, seus filmes são sempre acima de média pelo menos. Aqui ele mistura bem um trama policial com drama e uma boa dose de violência.
Agora a questão é se tiver oportunidade, assista o original chinês "Conflitos Internos", que na minha opinião é até melhor que a refilmagem de Scorsese.

Abraço

blog disse...

Scorsese já fez melhor, mas, mesmo assim, ainda é um bom filme - acima da média. A questão fica por conta da enchente de informações que é jogada ao espectador como se ele fosse íntimo da prática policial norte-americana.
Enfim, vale ver e até rever.

O que não dá para engolir é a preferência de Scorsese por um ator como Di Caprio. Tão superficial quanto um balão de gás.

Ipsis Litteris

Fotograma Digital disse...

Sendo redundante... não é o melhor Scorsese, nem mesmo o melhor da década do cara (eu prefiro Aviador a Infiltrados), mas levou pq o palco tava todo armado... lembro da cerimônia quando Spielberg, Coppola e Lucas entraram pra apresentar o Oscar de diretor... nem disfarçar os caras disfarçaram ... pior que isso só o Oscar de Efeitos Visuais de 93 que foi apresentado por um molequinho (não me lembro o nome) e uma cabeça de animatronic de T-Rex trouxe o envelope na boca rsrsrs.

Matheus Galvão disse...

Martins Scorsese adora Di Caprio, não é? Mas realmente todos os filmes com Leonardo e Dirigido por Martin é uma obra-prima, por amis que dure duas, três horas, mas é um filme que prende, que envolve. Valeu pela dica. Vou conferir.

Dewonny disse...

Aeee, parabens pra vcs pelo novo espaço, aqui no blogger é bem melhor..desejo sucesso e q continuem com o excelente trabalho com excelentes crítica.
Ah, Os Infiltrados é um filmaço do Scorsese, gostei bastante. nota 8.5.
Abs. Diego.

Nekas disse...

O filme é bastante bom e o seu final arrasa com o filme pois o conceito está excelente...

Abraço
http://nekascw.blogspot.com/

→ Cleber Eldridge disse...

Olá, Parabéns pelo blog, muito bom!
Bem, gosto de Os Infiltrados mesmo com seus problemas. Primeiro que o filme jamais merecia o prêmio maxima da academia, incrivel mais ainda foi como a academia escolheu o mais fraco dos seus ultimos pra premiar, ainda assim um ótimo filme!

Luís / Renan disse...

ANA, eu gostei muito dessa obra de Scorcese, mas ela definitivamente não está na minha lista de filmes preferidos. É uma bo composição e garante excelente entretenimento. Sobre as outras listas de filmes, nós ainda não publicamos. Ao final desse mês, disponibilizaremos os filmes vistos em outubro!

TOBIAS, eu me lembro de que na época houve muitos boatos de que ele só havia ganhado porque a Academia há algum tempo vinha sendo "injusta" com ele. É comum isso acontecer... eu estou louco para assistir Cassino! Quero ver a gostos... opa... a Sharon Stone na atuação que lhe rendeu o Oscar.

CARLOS AUGUSTO, e eu ainda não consegui ver esse trilogia! Tenho umitos filmes para ver e, com isso, acabo deixando alguns aparentes bons filmes para trás. Mas vou vê-los todos um dia!

ROBERTO, concordo com você. Nas mãos de outro diretor, o filme poderia facilmente ficar escroto. O Renan não comentou porque ele não assistiu ao filme, só eu.

RICARDO, talvez o efeito fosse o mesmo se o filme um pouco menor. Jack Nicholson está muito bem nesse filme.

CRISTIANO, também acho que foi supervalorizado esse filme. Não nego que seja bom, mas o tratamento que recebeu foi exagerado. A Academia usualmente ignora o DiCaprio; fez isso recentemente ao negar a ele uma indicação por Frank Wheeler, seu personagem em Foi Apenas um Sonho. Sobre o erro, obrigado.

HUGO, não me lembro de qualquer outro filme dele que eu tenha visto, mas realmente penso que ele produza filmes acima da média. E eu estou com Conflitos Internos aqui em casa há pelo menos 3 semanas... mas ainda não vi.

O CARA DA LOCADORA, merecido? Muitos dizem que se trata de uma compensação pelas obras não premiadas dele. (nunca sei se é o Nespoli ou o Miojo, mas acho que é o Nespoli, certo?)

BLOG, seria bem mais legal se nós fôssemos conhecedores do sistema policial dos EUA, mas, de qualquer forma, Os Infiltrados é bem interessante. Eu não acho que DiCaprio seja o melhor do mundo, mas gosto dele.

ALEXANDRE, os três diretores chegando para entregar o prêmio foi realmente um exagero! Não sei se é ou não o melhor dele...

MATHEUS, DiCaprio é o muso de Scorcese assim como Diane Keaton foi de Woody Allen (atualmente é a Scarlett, certo?) e Johnny Depp é de Tim Burton.

DEWONNY, finalmente ressurgiu, hein! Aproveitando: você gosta de filmes asiáticos e eu estou justamente com o filme que deu origem a Os Infiltrados. Logo vamos comentá-lo aqui!

CLEBER, obrigado mesmo! Sobre o prêmio, muitos o consideram uma recompensa pelas não-premiações anteriores.

NEKAS, aquele final foi ótimo! Sem rodeios, sem prolongações. Tiro, tiro, tiro. Muito sangue. Fim. Adorei!

Luís

Matheus Pannebecker disse...

Pra mim, "Os Infiltrados" é um dos filmes mais superestimados dos últimos tempos. Acho bem realizado e tudo mais, mas nem de longe merecia o Oscar de melhor filme e muito menos ser saudado como uma grande obra do Scorsese....