24 de jan de 2010

Melhor Ator - Oscar 2009

Essa é a quarta categoria do Oscar de 2009 que avaliamos aqui no blog, lembrando que já avaliamos as concorrentes de Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante e os concorrentes de Melhor Ator Coadjuvante. Na categoria de Melhor Ator tivemos candidatos bastante heterogêneos. Vimos Brad Pitt fugir um pouco do convencional e emocionar a todos com sua interpretação. Houve Frank Langella como Nixon prendendo o telespectador na frente da TV, transformando perguntas difíceis em história do seu passado. Vimos Mickey Rourke se levantar do ringue, do qual todos pensavam que não iria sair, e mostrar a todos seu belíssimo trabalho. Houve Richard Jenkins com sua boa atuação, mas infelizmente num filme apático e, por último, teve Sean Penn com sua ótima atuação, mas que, particularmente, já esteve melhor. Os textos de Brad Pitt e Mickey Rourke foram escritos pelo Luís e os outros três por mim (Renan). Sem mais enrolação, vamos analisa-los.

Brad Pitt, por O Curioso Caso de Benjamim Button - segunda indicação ao Oscar.
Brad Pitt concebe uma de suas mais densas atuações ao compor Benjamin Button. Pode não ser dele o físico em alguns momentos do filme, mas a expressão lacônica e triste pertence a ele. Por essa obra, Pitt provou que ele não é apenas um rosto bonito que é casado com uma boca bonita (que também recebeu uma indicação nessa mesma cerimônia). Com beleza e paixão, Brad Pitt transformou-se com o seu personagem e esse talvez seja o principal motivo pelo qual sua interpretação é tão bonita e poética. Realmente não haveria como não indicá-lo.


Frank Langella, por Frost/Nixon - primeira indicação ao Oscar.
Frank Langella e seu parceiro Michael Sheen (que deveria ter sido indicado) estão ótimos em Frost/Nixon. Langella dá ao ex-presidente Nixon um tom sério, mas ainda carismático, que homem importante como um presidente deve ter. O roteiro também ajuda bastante tornando perguntas que o telespectador pensa "Dessa não tem como ele escapar" em dúvidas bobas. Desse modo Langella era um forte candidato ao prêmio.




Mickey Rourke, por O Lutador - primeira indicação ao Oscar.
Este é o típico ator de quem se espera pouco e que muitas vezes mostra mesmo pouco. Como Randy, Rourke mostrou-se plenamente eficiente, numa atuação sóbria e densa, com um pouco de humor, drama, romance. Em parceira com Marisa Tomei, Mickey se fez notar pela Academia e recebeu merecidamente uma indicação. Ainda que conheçamos pouco sobre seu personagem, Mickey conseguiu causar uma forte aproximação e talvez seja esse o seu maior feito ao longo do filme.


Richard Jenkins, por O Visitante - primeira  indicação ao Oscar.
Richard Jenkins não está mal em O Visitante, mas também não está estupendo. Como o Luís diria, ele está correto, nada mais. Por mais que ele atue bem, o conjunto da obra não cativa e não chegamos a nos identificar com o solitário professor universitário. Acredito que falo por mim e pelo Luís quando digo que dentre os cinco candidatos, Jenkins era o que menos merecia ganhar.




Sean Penn, por Milk - A Voz da Igualdade - quinta indicação ao Oscar.
Antes de mais nada, não tenho antipatia pelo Sean Penn, e gosto de filmes como Sobre Meninos e Lobos, mas em Milk, há problemas como o forte tom de documentário que o longa traz que talvez prejudiquem um pouco a versatilidade de Sean. De modo geral, seu personagem Harvey cativa, mas ainda assim fica um pouco abaixo dos outros concorrentes.





Mais uma vez, eu e o Luís não tivemos o mesmo pensamento da Academia, não concordando com a premiação de Sean Penn sendo que Mickey Rorke estava concorrendo por seu excelente trabalho em O Lutador, sendo assim nós daríamos o Oscar a ele. Sean Penn não está mal, mas levando em conta outros atores como Mickey e até mesmo Frank Langella, notamos que há uma diferença grande, sendo que os últimos citados, mereciam muito mais a premiação por seus trabalhos que impressionaram o público.

Luís e Renan

4 opiniões:

Giu Pereira disse...

Eu adorei "O Curioso caso de Benjamin Button"... achei bem interessante o enredo, a cenografia, a fotografia, trilha sonora.. achei que pecou um pouco no tempo (um pouco longo demais)... mas boa sorte a todos os candidatos :) de todos os filmes listados, só vi o do brad, então nem tem muito como julgar os outros! Adorei o blog! Vou seguir :) Sucesso

Lorena Lima disse...

Muito bom seu blog, estou seguindo-o!
Caso goste do meu também, fique a vontade pra seguí-lo também.

http://loreniitaahh.blogspot.com/

Um abração carioca,

LL

João Bastos disse...

Confesso que dos indicados so o Langella me cativou... Estranho é a ausencia de Matt Damon por "The Informant"... Esse sim um grande papel e desempenho

Thiago Paulo disse...

Adoror o Sean, mas tenho que concordar com vocês, pois também daria o Oscar para Mickey Rorke. Achei O Lutador muito foda...

Abraço!