3 de mai de 2010

Recomendações de Livros

Essa é uma nova sessão do blog. Como eu tenho lido muitos livros, alguns deles acadêmicos e de caráter didático, resolvi criar um espaço no qual eu os analisaria. Como eu e o Renan (na época em que ele aindaera co-autor do blog) enfatizamos a literatura como hobby apenas e, desse modo, falamos sobre os livros narrativos que lemos, muitos dos quais - quase todos, eu diria - foram comentados aqui. Como agora há na minha lista novos livros e eu ainda não me sinto seguro a ponto de fazer análises muito complexas sobre os livros acadêmicos, vou fazer breves comentários, seguindo esse modelo.

O Design da Escrita - Antônio Suárez de Abreu. 2008, 168 páginas (Ateliê Editorial), 1ª edição.
O subtítulo do livro diz "redigindo com criatividade e beleza, inclusive ficção". Basicamente, é essa a finaldiade do livro: ensinar o leitor a elaborar um texto que seja dotado de boas qualidades, como coesão, coerência, concisão, criatividade, etc. O grande acerto do autor - que, por acaso, é o meu professor de Produção de Texto - é escrever com simplicidade, sem rebuscamento, o que permite que todos possam compreender os seus exemplos e aplicar as estruturas deles em seus próprios textos. Como é um livro voltado para todos aqueles que necessitam compor textos, ou seja, professores, escritores, mestrandos, doutorandos - independentemente da área em que atuem, O Design da Escrita se mostra eficiente e educador, explicando de maneira bastante didática como um texto deve ser redigido para que seja funcional. Recomendo o livro como um todo, mas dou destaque especial à segunda parte dele: "como escrever ficção". Antonio Súárez de Abreu soube como sintetizar tudo aquilo que é relevante e, por isso, fez desse segundo momento de seu livro um grande auxílio àqueles que buscam dicas de como criar um universo ficcional.

A Cor da Língua - Sírio Possenti. 2001, 167 páginas (Mercado das Letras), 1ª edição.
Sírio Possenti dedicou aos leitores relatos curtos sobre curiosidades da Língua Portuguesa. Seu texto percorre vários campos, desde a linguística pura - porém num contexto bem mais amenizador e mais concreto - até a sociolinguística. Vale ressaltar que A Cor da Língua, embora seja um livro que tenha como subtítulo "outras croniquinhas de Linguística", não se foca  nessa área com o intuito de apresentar aos leitores os conceitos básicos da Linguística. Desse modo, quem procura por um enfoque nos conceitos dessa área de estudo deve recorrer a livros acadêmicos realmente mais didáticos, como "Introdução à Linguística", do J. L. Fiorin. Dentre os assuntos rapidamente abordados por Possenti estão: 1) reforma da escrita, não da língua falada; 2) problemas gerados por causa da hipercorreção; 3) associações com pronomes de usos diferentes (me / te x lhe); 4) preconceitos linguísticos; entre inúmeras outras temáticas. Lê-lo é fácil e a leitura é rápida; requer atenção, mas não é estruturado na complexidade, de modo que o leitor depreende muito de modo bastante tranquilo.

São essses os dois livros que eu gostaria de recomendar hoje. Como devem ter percebido, os dois têm um enfoque voltado pro pessoal que cursa Letras, mas isso não impede que alguém que faça qualquer outro curso - ou mesmo que esteja no Ensino Médio - o leia e o entenda. São livros curtos, de escrita simplificada e, exatamente por isso, atingem o leitor com maior intensidade. Cada um à sua maneira, são obras explicativas, que, mesmo simples quanto à escrita, engrandecem o conhecimento enciclopédico de mundo do leitor.

0 opiniões: